Lombalgia x Pilates

 Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), ao menos uma vez na vida todas as pessoas terão dores nas costas, seja por desequilíbrios musculares, má posturas, movimentos repetitivos, idade, tabagismo, fatores genéticis, entre outros.

A região da coluna vertebral mais acometida é a lombar, por ser uma área de grande movimentação e que suporta maior carga. A patologia mais comum é a Hérnia de Disco, sendo seus sintomas lombalgia e dores irradiada para as pernas (lombociatalgia).

Isso ocorre pela disfunção dos músculos multífidos e transverso do abdome, responsáveis pela estabilização da coluna. Essa disfuncionalidade pode ser minimizada com a prática do Pilates, através de exercícios de fortalecimento e alongamento de todo o corpo, principalmente dos abdominais e mutífidos.

Sendo assim, o método Pilates é extremamente indicado no caso de lombalgia, desde que ocorram adaptações e modificações de alguns exercícios, respeitando a individualidade de cada um.

Cláudia de Pretto

 

 


Cristina Venere, 25.08.2011 | Categorias: Pilates, Saúde


1 COMENTÁRIO


Cristina Venere - 25.05.2012

Sim, na verdade 80 % da população mundial têm, já teve ou terá dor nas costas. Por isso é super importante realizar uma atividade física regular, com acompanhamento personalizado.
Atualmente o foco em saúde é a PREVENÇÃO! Já é comprovado que o fortalecimento da musculatura mais profunda do tronco (transverso do abdomem, multífidos), chamada CORE,é capaz de tratar e prevenir problemas lombares.
Além de ativar esta musculatura, o Pilates proporciona uma reeducação funcional da postura e do movimento também. Ou seja, o aluno reaprende a sentar, respirar, locomover-se de modo correto.


DEIXE SEU COMENTÁRIO