Tainá Müller na Clínica Vênere

Esta semana a atriz global Tainá Müller iniciou seu plano de Pilates na Clínica Vênere.


Vídeo Pilates

Assistam ao novo vídeo de Pilates da Clínica Vênere


Istoé

  Muito legal  a matéria sobre pilates que esta na revista istoé desta semana.

http://www.istoe.com.br/capa

Sempre acreditei nesta técnica; não será só “modismo”, o pilates veio para ficar. Simplesmente por que funciona! é uma atividade física com resultados rápidos, completa, que trabalha o corpo como um todo. E também é um recurso de reabilitação fisioterapêutica, reconhecida também pelos médicos. Quando realizei minha pós-graduação no HC,  a Reeducação Funcional da Postura e Movimento, estudávamos muitos artigos sobre ativação de transverso do abdomem, equilíbrio e funcionalidade. Pilates é um recurso  eficaz para se atingir muitos objetivos fisioterapêuticos.

Concordo com a recomendação da reportagem na hora da escolha do instrutor. Ela sita a pilates Method Aliance, que recomenda ao menos 450 horas de curso para formação do professor. É uma técnica complexa, que exije mais do que uma formação de faculdade de fisioterapia ou um curso de final de semana. Trabalhamos com mobilidade na coluna, que se feita sem cuidado, desconhecendo o histórico médico da pessoa,  pode causar lesões. O instrutor deve sempre ter em mente qual o objetivo a ser alcançado com determinado exercício. É preciso também ter vivenciado o exercício no próprio corpo. Nos cursos de reconhecimento no mercado, o instrutor é obrigado a cumprir determinada carga horária só de aulas praticadas.

http://www.youtube.com/watch?v=EFQPgjV6xkA


Matéria Revista Cláudia set/11

 

Veja a matéria da revista Cláudia deste mês que a Clínica Vênere auxiliou:

 


Lombalgia x Pilates

 Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), ao menos uma vez na vida todas as pessoas terão dores nas costas, seja por desequilíbrios musculares, má posturas, movimentos repetitivos, idade, tabagismo, fatores genéticis, entre outros.

A região da coluna vertebral mais acometida é a lombar, por ser uma área de grande movimentação e que suporta maior carga. A patologia mais comum é a Hérnia de Disco, sendo seus sintomas lombalgia e dores irradiada para as pernas (lombociatalgia).

Isso ocorre pela disfunção dos músculos multífidos e transverso do abdome, responsáveis pela estabilização da coluna. Essa disfuncionalidade pode ser minimizada com a prática do Pilates, através de exercícios de fortalecimento e alongamento de todo o corpo, principalmente dos abdominais e mutífidos.

Sendo assim, o método Pilates é extremamente indicado no caso de lombalgia, desde que ocorram adaptações e modificações de alguns exercícios, respeitando a individualidade de cada um.

Cláudia de Pretto